4 hábitos comuns de pessoas criativas de sucesso


4 hábitos comuns de pessoas criativas de sucesso

Untitled Document

Ser criativo não é nenhuma fórmula concreta, mas a criatividade é uma habilidade que, como todas as outras, pode ser aprimorada. Entre algumas pessoas criativas, podemos apontar 4 hábitos comuns, mostrando certas práticas que podem tornar essa capacidade ainda mais aflorada. Veja aqui:

Pessoas criativas estudam os detalhes

Muitos dos profissionais criativos acabam encontrando as soluções para seus problemas, quando prestam atenção aos detalhes. Em alguns casos, esse hábito de ser cuidadoso com todos os mínimos processos de uma criação ocorre dentro do cenário de trabalho. Como com a equipe de design da Speedo, que - para criar um “super maiô” que causasse o mínimo possível de atrito na água - estudou pequenos detalhes como a estrutura da pele de tubarão e alguns tipos de elásticos que diminuíssem as vibrações musculares do nadador.

Outras vezes, porém, essa habilidade de pessoas criativas gera resultados e ideias quando menos esperam. É o caso do engenheiro suíço George de Mestral, que ao passear com seu cachorro notou que algumas plantas, chamadas aqui de carrapicho, grudaram no pelo do animal. Ele estudou esses carrapichos e a forma como eles se emaranhavam nos pelos, criando assim uma estrutura sintética que ficou muito famosa, chamada de Velcro.

Pessoas criativas têm alguns hábitos em comum, como dar atenção aos detalhes

Rotina disciplinada

Muitas pessoas têm uma imagem de que os grandes criativos têm suas ideais em meio a um comportamento autodestrutivo e desorganizado. Porém, muitas dessas mentes criativas são disciplinadas, levando a criatividade com um trabalho sério. Um exemplo disso é o autor Stephen King, que tinha uma rotina de escrever todas as manhãs e levava o processo criativo tão a sério quanto dormir.

Eles sabem quem todo conhecimento é importante

"Isto vai cair na prova?". Essa pergunta, que todo aluno faz ao professor, tem uma resposta simples para os criativos, “Sim, mas pode ser que não seja a minha prova".  O que isso quer dizer é que você nunca sabe quando ou onde um determinado conhecimento pode te ajudar a ter uma ideia.

É o caso, por exemplo, de James Dyson, que para criar o aspirador de pó sem saco, ele se inspirou no conhecimento dos ciclones industriais utilizados para limpar o ar em serrarias. O que poderia parecer um conhecimento inútil serviu para que ele se inspirasse e tivesse sua ideia inovadora.

Eles sabem quando abandonar uma ideia

Quando você conhece histórias de sucesso é fácil notar a persistência das pessoas criativas. Porém, nem sempre é assim. Muitas vezes ter um sucesso criativo depende justamente de saber quando jogar a toalha e partir para outra.

Saber em que apostar e o que deixar passar não é fácil. Para ajudar, economistas criaram um termo chamado custos irrecuperáveis, que são os custos como tempo, energia e dinheiro investidos em um projeto. Você não deve deixar que esses investimentos influenciem nas decisões de um projeto. O que os criativos costumam fazer é avaliar se a ideia vale o esforço contínuo, independente do investimento já feito.

E aí, você segue esses hábitos? Tem algum outro que considera comum entre os criativos? Deixe seu comentário.

Bruno Saes

FONTE:Impacta
Curta o Emprego-youcan no Facebook Facebook Emprego You Can