5 dicas para entrar no mercado de games


5 dicas para entrar no mercado de games

header_mercadogames

Quem está começando ou deseja entrar  no mercado de games precisa se preparar bastante. A concorrência é grande e criatividade e conhecimentos avançados comojogador/programador são requisitos muito importantes para se destacar como profissional. Além disso, é preciso também se aprofundar sem medo nos conhecimentos de design, programação e também aprender mais sobre a história dos games.

O grande problema enfrentado pelos jovens brasileiros que desejam entrar nessa área é justamente a falta de informação sobre o assunto em português. Por isso, não perca a oportunidade:

Veja agora 5 dicas para entrar no mercado de games:

1 – Corra para aprender inglês!

Para dominar bem as linguagens de programação dos games, conhecer bem e saber implementar as lógicas de programação, é preciso dominar o inglês, pois, como falamos, o material disponível em português é bastante escasso.

Se o seu objetivo é realmente trabalhar com a criação e desenvolvimento de jogos, é importante também investir na conversação em inglês, para expandir o seu leque de oportunidades, parcerias e contatos de trabalho, dentro e fora do Brasil.

2 – Tenha uma base de conhecimentos em programação

Essa é, talvez, a etapa mais importante e mais difícil de todas. Quem quer entrar no mercado de games precisa, necessariamente, saber programar, e programar bem, não importando o tipo de jogo ou de linguagem.

Como um bom programador, existem certas coisas que você precisa dominar: aprenda o máximo que puder sobre vetores, matrizes, algoritmos e estrutura de dados, além de fundamentos de engenharia de software.

3 – Nunca pare de aprender!

Esteja sempre por dentro das novidades e lançamentos da indústria dos games. Fique atento e bem informado sobre as novas discussões e tendências dentro do mercado.

Além disso, jogue bastante, mas sempre mantendo o seu foco para a arquitetura e o desenvolvimento do jogo, afinal, todo e qualquer game pode servir como fonte de inspiração para um novo ou mesmo para o aperfeiçoamento de um já existente.

E não faltam recursos para desenvolver jogos nos dias de hoje. Por isso, não deixe a sua idade ou condição financeira se tornarem desculpas para não aprender. Fóruns de games e Youtube são gratuitos e estão repletos de dicas para iniciantes!

4 – Vença a timidez

Não adianta. Uma boa comunicação é essencial para quem quer entrar no mercado de games. Você precisa se expressar de forma clara, seja nas comunidades de desenvolvedores, fóruns ou dentro da equipe que você vá trabalhar dentro de uma empresa.

Se timidez é um problema para você, comece participando de grupos do Facebook e de fóruns de desenvolvedores, para que vá se interagindo e se soltando com outras pessoas. Isso fará uma grande diferença no futuro!

5 – Especialize-se em alguma área

Estude bastante, aprenda o máximo que puder, mesmo que aquilo não esteja ligado diretamente à programação de games (isso vale especialmente para quem já está na faculdade).

Um bom desenvolvedor de games consegue ter um bom entendimento de como áreas adjacentes podem andar juntas, mas é interessante pensar em uma área mais especifica na qual você gostaria de dar mais ênfase, naquilo que realmente quer trabalhar o resto da vida e desenvolver ao máximo o seu potencial!

Seja determinado, aprenda, jogue bastante e persevere. Por que não começar agora?

 

FONTE:blogimpacta.com.br
Curta o Emprego-youcan no Facebook Facebook Emprego You Can