Por que é tão legal ser publicitário?


Por que é tão legal ser publicitário?

Untitled Document

Muita gente acha que no mundo da publicidade basta ter uma ideia brilhante para o slogan de uma marca e, voilà! O trabalho está feito. Ou que o insight perfeito para a ação de um supercliente vai aparecer de bate-pronto e… Shazam! É só se preparar para Cannes. Ou ainda que todo publicitário será um Washington Olivetto no mercado. Mas não existe uma fórmula ou um atalho para o sucesso.

Na verdade, a carreira publicitária está longe de ser ‘mamão com açúcar’. Para se sair bem na profissão é preciso foco, uma boa dose de esforço e dedicação quase integral. Mas o trabalho duro tem suas recompensas e também algumas vantagens que fazem valer, e muito, investir na profissão.

A primeira delas é que o mercado oferece diversas oportunidades para diferentes áreas e perfis. Ou seja, você pode ser criativo, mas muito tímido, ou extremamente comunicativo, mas sem poder de persuasão… Não importa! Na publicidade você vai encontrar uma função que tenha a ver com seus talentos.

A profissão também é perfeita para quem detesta rotina e procura por desafios diariamente. Afinal, desenvolver estratégias eficientes para aperfeiçoar marcas ou alavancar a venda de produtos para clientes dos mais diversos segmentos não é tarefa fácil e espanta qualquer monotonia.

E tem trabalho mais inspirador do que lidar com sentimentos e emoções humanas? Pois é a partir deles que o publicitário busca, com transparência e ética, o caminho para seduzir e convencer o consumidor a desejar um produto ou a mudar a imagem que tem sobre algo. Estimulante, não?

Por fim, a profissão também proporciona um aprendizado constante. O bom publicitário precisa conhecer um pouquinho de tudo, se informar sobre os mais diferentes assuntos e se reinventar sempre! Só assim terá repertório para dialogar com os mais diversos públicos e criar campanhas campeãs.

Visão do especialista

“Um dos pontos fortes da publicidade é que ela transita com extrema naturalidade entre o mundo dos negócios e o mundo das artes, tornando-se dinâmica e emocionante”, explica Paulo Sanna, VP de Criação da agência Wunderman.

Segundo ele, foram os próprios profissionais da área que, ao longo dos anos, construíram a imagem de que a profissão é legal e descolada. “É assim que acontece com qualquer marca ou produto. E essa imagem só foi possível de ser construída porque a atividade está cercada de coisas que são coerentes com essa ideia”, afirma.

Mas Sanna também lembra que existe muita ilusão e muita frustração nessa indústria. “O publicitário, como toda pessoa de negócio, é obrigado a lidar com uma carga grande de processos burocráticos e políticos dentro da empresa. Como todo artista, ele também enfrenta suas inseguranças todos os dias”.
Marcela Alves

FONTE:catho.com.br
Curta o Emprego-youcan no Facebook Facebook Emprego You Can