Qualificação - Cresce a intenção de contratar quem possui MBA



Qualificação - Cresce a intenção de contratar quem possui MBA

Mais empresas planejam contratar MBAs e outros graduados de faculdade de business em 2014, de acordo com uma pesquisa global dos empregadores de hoje. Cerca de 80% dos recrutadores de faculdades de business pretendem contratar MBAs em 2014, sete pontos percentuais acima do ano passado e 30 pontos percentuais acima de 2009, no coração da crise econômica, quando apenas metade dos empregadores contratou MBAs.

A 13a. Corporate Recruiters Survey (Pesquisa de Recrutamento Corporativo) anual com 565 empregadores de 44 países foi realizada em fevereiro e março pelo Graduate Management Admission Council, que administra o exame GMAT em nome das empresas e programas de gestão em todo o mundo. A pesquisa, incluindo 32 das 100 melhores empresas da FT 500 e 36 da Fortune 100, foi realizada em parceria com a EFMD e a MBA Career Services e Employer Alliance.

"Mais empresas de todos os setores e em todo o mundo planejam contratar graduados de faculdades de business, com o mais alto índice de todos os tipos de contratação previsto desde o início da Grande Recessão em 2009", disse Sangeet Chowfla, CEO e presidente da GMAC. "Os empregadores sempre se interessam muito por MBAs, mas esta pesquisa mostra que, com recuperação da economia, os empregadores encaram os MBAs como um bom investimento para o futuro".

A previsão otimista de contração de MBAs e outros graduados de Mestrado de business é resultado do fato de que menos empresas estão concentradas em superar desafios econômicos. As empresas focadas no crescimento e expansão são provavelmente as que melhoraram seus planos de contratação.

A previsão otimista ecoa o declínio geral no percentual de empresas que relatam o foco na superação de desafios econômicos, de 58% em 2009 para 25% neste ano, bem como redução de custos, de 66% em 2009 para 45% neste ano. Por outro lado, o percentual de empregadores que pretendem contratar recém-formados continua estável, um ponto percentual a menos dos 75% que contrataram graduados em 2012 e 2013.

"A pesquisa deste ano apresenta um quadro muito positivo do setor de educação empresarial e mostra claramente como empresas e recrutadores valorizam todos os diplomas de business. Apesar de toda a tristeza e melancolia, a mensagem clara do mercado é que as faculdades de business fornecem indivíduos talentosos e brilhantes que as empresas necessitam", disse o Prof Eric Cornuel, CEO, e diretor-geral da EFMD.

Principais resultados, comparando a contratação projetada para 2014 com a contratação efetiva dos anos anteriores:

* Cerca de 83% dos empregadores da Ásia-Pacífico, 61% dos empregadores europeus e 86% dos empregadores dos EUA pretendem contratar MBAs este ano, com todos os números superiores a 2013.

* Metade dos empregadores entrevistados pretende contratar funcionários com Mestrado, um aumento de 45% sobre o ano passado e 18% sobre 2009.

* 45% dos empregadores pretendem contratar funcionários com Mestrado em contabilidade, um aumento de 36% sobre o ano passado e 17% sobre 2010, o primeiro ano que os dados dos graduados foram disponibilizados.

* 44% dos empregadores pretendem contratar funcionários com Mestrado em finanças, um aumento de 39% sobre o ano passado e 41% sobre 2012, o primeiro ano que os dados dos graduados foram disponibilizados.

* 74% dos empregadores pretendem contratar graduados, uma queda ligeira sobre os 76% de 2011, mas muito acima dos 56% que contratam em 2009.

* Dentre a comunicação, gestão, trabalho em equipe, liderança e habilidades técnicas, os empregadores dizem as habilidades de comunicação são as que eles procuram nas novas contratações, em média duas vezes mais importante que as habilidades gerenciais.

* O salário base médio que os empregadores pretendem oferecer para os MBAs são US$ 95.000 nos EUA e US$ 69.000 na Europa, em comparação com US$ 50.000 para os graduados dos EUA e US$ 41.000 para graduados europeus. O salário base médio projetado para MBA na região Ásia-Pacífico é US$ 21.340, indicando uma renda per capita muito baixa na região.

"Com o avanço da economia global com um ritmo mais sólido em 2014, a MBA CSEA tem o prazer de ver que 80% das empresas pretendem recrutar MBAs este ano, que os MBAs estão tendo ganhos de salários estão sendo realizados nas regiões como Ásia-Pacífico, e que as indústrias tais como de consultoria têm aumentado o recrutamento desde o ano passado. Estes são todos os sinais positivos do que está por vir para os graduados de MBA e talento", disse Mark Peterson, presidente da MBA Career Services & Employer Alliance e diretor de serviços de carreiras dos graduados em business, do Iowa State College of Business.


FONTE:www2.uol.com.br
Curta o Emprego-youcan no Facebook Facebook Emprego You Can