Consultor dá dicas para Jovens enfrentarem o mundo corporativo


Consultor dá dicas para Jovens enfrentarem o mundo corporativo

É preciso investir em autoconhecimento. Aprimorar pontos fortes é outra orientação.


O consultor Eduardo Ferraz

Uma pesquisa divulgada recentemente pela agência B2, chamada Radar Jovem, revelou que 70% dos jovens brasileiros não se sentem preparados para enfrentar o mundo corporativo. Os entrevistados culpam as faculdades por não oferecerem disciplinas com conhecimentos práticos que os preparem tecnicamente para a rotina de uma empresa.
A preocupação, no entanto, segundo o consultor em gestão de pessoas, Eduardo Ferraz, autor do livro, “Seja a pessoa certa no lugar certo”, não é exclusiva da atual geração.

Desde sempre a inexperiência, aliada à falta de autoconhecimento, aterroriza aqueles que estão entrando no mercado de trabalho.

“Para os jovens que faço aconselhamento de carreira, passo a orientação que eu mesmo gostaria de ter recebido no início dos anos 80, quando eu tinha meus 16 ou 17 anos. Invista em autoconhecimento! Naquela época, me inscrevi, passei e concluí o Curso de Engenharia Agronômica, na Universidade Federal do Paraná. Hoje, com 49 anos de idade, posso afirmar que me dou muito melhor trabalhando como consultor na área de gestão de pessoas – atividade que exerço há mais de 20 anos e que não tem quase nada a ver com Agronomia.”


Com base em seus 25 anos de experiência, Ferraz afirma que mais da metade das pessoas com as quais trabalhou começaram em uma carreira e mudaram para outra diferente da que cursaram na graduação, às vezes mais de uma vez. “Isto é normal. A questão é que as pessoas se autoconhecem pouco e acabam perdendo tempo e dinheiro, ao tomarem decisões na base da tentativa e erro.”

Segundo o consultor, em primeiro lugar, quanto mais investimos em autoconhecimento, entendemos melhor quem somos e fica mais fácil decidir o que devemos fazer e onde queremos chegar. Também não é bom negócio insistir em coisas improváveis. Se a pessoa é tímida, não deve lutar contra isto, apenas administrar. “Provavelmente, esse profissional não se sentirá bem ao lidar com grandes públicos. O contrário também é verdadeiro: se você é superextrovertido, trabalhar fechado num escritório será uma tortura”, explica Ferraz.

Outra dica para se ter sucesso é descobrir e aprimorar os seus pontos fortes. Ou seja, se uma pessoa é muito exigente, teimosa, perfeccionista, mandona, falante, desconfiada ou tem qualquer comportamento que, socialmente, é visto como inadequado, pode tornar-se um ponto forte se utilizado em tarefas que demandem tal aspecto.

O consultor também aconselha o profissional a posicionar-se sobre onde pode  usar seus talentos na maior parte do tempo. O perfeccionista vai gostar de organizar, o extrovertido de se relacionar, o dominante de comandar, o impaciente de acelerar.

Uma quinta e preciosa dica, conforme destaca Ferraz, está no fato de que muita prática deliberada significará melhor desempenho e “toneladas” de prática deliberada  resultarão na excelência.

“Sucesso exige mais suor do que prazer. Nessa fase da vida, os estágios são fundamentais e quanto mais relacionados às aptidões e pontos fortes do estudante, melhor será o aproveitamento. Estágios também são o grande laboratório para saber se aquilo que estamos estudando tem realmente a ver com o que almejamos para o futuro. Por isto, quanto antes começar melhor!”
, finaliza o consultor.

Cinco dicas para enfrentar melhor o mundo corporativo

1. Invista mais tempo para conhecer a sua personalidade: analise de maneira sincera e precisa seu histórico de vida, bem como as características mais marcantes de sua personalidade: o que mais gosta de fazer e o que detesta.

2. Não force a sua natureza: apesar de a personalidade adquirir alguma maleabilidade com o passar dos anos, a estrutura continua sendo a mesma durante toda a vida. “Lagartixa não vira jacaré.”

3. Identifique os seus pontos fortes: a inteligência e a eficiência de uma pessoa dependem de seu sucesso em tirar proveito de suas conexões mentais mais fortes.

4. Posicione-se onde você possa render mais: a genética e o ambiente geram um indivíduo talentoso à sua maneira, pela capacidade de reagir ao mundo de um jeito único.

5. Dedique-se: prática deliberada significa desenvolver talentos com técnicas, estudo e repetição. Um grande talento sem o esforço do treinamento e da repetição não gera resultados.

FONTE:oamarelinho
Curta o Emprego-youcan no Facebook Facebook Emprego You Can