A imaturidade do mercado brasileiro em relação ao Magento


A imaturidade do mercado brasileiro em relação ao Magento

Que o Magento vem crescendo no mercado mundial de uma forma desenfreada é fato. O Magento, por ser uma das mais flexíveis plataformas de comércio eletrônico da atualidade, está garantindo uma boa fatia do mercado mundia em relação á seus concorrentes. Talvez a aquisição da Magento pela eBay tenha ajudado a emplacar mais rapidamente, pois como dinheiro faz dinheiro (e é uma coisa que as empresas investidoras da eBay têm) fica muito mais fácil popularizar uma ferramenta no mercado com a injeção de investimetos.

A questão é que em muitos países o índice de imaturidade em relação ao mercado Magento é alto, pois o mercado está muito carente de profissionais qualificados que saibam desenvolver softwares de qualidade a ponto de dar garantias para seus clientes sobre seus serviços. O Mercado brasileiro infelizmente neste momento se enquadra neste perfil. A popularização do Magento aqui no Brasil se deu rapidamente de algum tempo pra cá. São milhares e milhares de lojistas e empresários querendo trabalhar com Magento e buscando profissionais no mercado para desenvolver seus projetos, consertar os bugs de seu Magento, muitas vezes criados por eles mesmos que acharam que era simplesmente saber instalar o software e “PIMBA!” temos mais uma loja em Magento no mercado.

O Magento é uma plataforma free, simples de instalar, bem completo e muito flexível. A questão é que, por mais que qualquer um possa instalar um Magento em server, é preciso muitas precauções e cuidados que devem ser tomados no desenvolvimento de um projeto. Instalar um módulo diretamente em produção, por exemplo, pode ser algo muito mais arriscado do que se imagina, pois quem garante que seu módulo está bem desenvolvido e não vai ter conflito com qualquer outro módulo que exista em sua loja ou até com um módulo do próprio Core do Magento? Mas atualmente é muito difícil encontrar, aqui no Brasil, um desenvolvedor que realmente saiba desenvolver módulos de qualidade, temas de alto nível e assim por diante. Nosso mercado está resumido á uma gama muito pequena de profissionais realmente qualificados para estes trabalhos e que possuam certificação profissional, como o Magento Certified Developer.

Pergunte a qualquer lojista qual a importância de um desenvolvedor profissional que seja um Magento Certified Developer ou melhor ainda um Magento Certified Developer Plus. Com certeza serão pouquíssimos que conseguirão lhe responder a essa pergunta de forma satisfatória. Quando eu escrevo “A Imaturidade do Mercado Brasileiro em Relação ao Magento” eu me refiro sim á profissionais não qualificados, porém acho que me refiro muito mais aos empresários que contratam serviços de mão de obra não qualificada, pois dessa forma eles estão colaborando, em muitos casos, com um dos principais problemas que nós, profissionais de qualidade, temos: os desenvolvedores de fundo de quintal que prometem mundos e fundos para seus clientes e acabam cobrando valores realmente baixos por projetos em Magento.

Aos poucos nosso mercado está se desenvolvendo, mas este processo levará um bom tempo ainda. Os profissionais precisam urgentemente se qualificar e os empresários precisam ser mais seletores quando procuram por um profissional Magento. Lembrem-se: ser desenvolvedor Magento está além de ser um desenvolvedor PHP. O mercado de Magento é mais seleto e para um bom profissional conseguir ser reconhecido é preciso muito estudo e dedicação. Em um próximo post falarei um pouco sobre a certificação Magento, que já pode ser uma realidade para quem realmente sabe trabalhar com Magento. A Magento Certified Developer e a Magento Certified Developer Plus são certificações que podem te abrir oportunidades não apenas no Brasil, mas em todo o mundo, pois é uma certificação mundialmente conhecida e com certeza lhe trará bons frutos.

Bom, espero que não levem este post como uma crítica, mas sim como um incentivo ao profissionalismo.

Um grande abraço e até a próxima!

Tiago Sampaio

FONTE:Blog do Tiago Sampaio
Curta o Emprego-youcan no Facebook Facebook Emprego You Can