OS Profissionais mais desejados pelo mercado


OS Profissionais mais desejados pelo mercado

Ser estratégico, trazer resultado imediato, ter um ótimo networking e total domínio do cargo. Este é o perfil do profissional que a maioria das empresas está à procura no mercado, de acordo com levantamento realizado, em agosto deste ano, pela Page Personnel, empresa global de recrutamento especializado em profissionais técnicos e de suporte à gestão.

“As companhias sonham com esse tipo de profissional porque hoje ele está em falta. É o tipo de pessoa que as empresas precisam para chegar e trazer resultado imediato, cuidar diretamente do dia a dia dos negócios, não ficar muito tempo em treinamento, enfim, aquele executivo que põe a engrenagem para funcionar”, explica Roberto Picino, diretor da Page Personnel.

Hoje, sete cargos estão entre os mais desejados pelos departamentos de RH das empresas. O primeiro é o de executivo de vendas hunter sênior, que deve ser um profissional que conheça muito bem o produto e segmento de atuação. Ele precisa ter uma boa relação com as empresas para gerar bons negócios à companhia onde estiver atuando. O salário médio é de R$ 7.000,00, mais remuneração variável. Para este cargo, são exigidos cursos de especialização em vendas técnicas. Em áreas onde produtos ou serviços mais complexos e consultivos são comercializados, pede-se formação técnica correlacionada com o segmento de atuação.

Muito requisitado é também o cargo de analista de pricing (Mercado de Bens de Consumo) que requer profissionais muito analíticos, que tenham ótima familiaridade com números e saibam fazer modelos econômicos que demonstrem melhor rentabilidade de produtos no mercado de bens de consumo, boa margem na venda para varejistas e controle de preço na ponta (ponto de vendas). A remuneração fica em torno de R$ 5.500,00 e a graduação pode ser em Economia, Administração, Engenharia ou Estatística.

Já o analista de custos, graduado em Economia, Administração, Engenharia ou Ciências Contábeis, deve ser experiente e analítico, com conhecimentos em diversos formatos de apuração de custos e recebe um salário médio de R$ 5.000,00.

Para a posição de coordenador de universidade corporativa, por sua vez, com graduação em Psicologia, Administração de Empresas ou Recursos Humanos, espera-se um profissional com sólida experiência em treinamento, conhecimento das ferramentas de avaliação de desempenho e visão de negócios. A faixa salarial é de R$ 7.000,00.

No caso de especialista de projetos, o profissional tem que ser alguém acostumado a multitarefas, com formação em Engenharia, muitas vezes com passagem por alguma consultoria, e domínio de ferramentas como MSproject e Excel. A remuneração média é de R$ 7.500,00.
Outro que integra o ranking dos mais buscados pelo mercado é o analista sênior/especialista de supply chain, cargo que necessita de habilidade em integrar, analisar, planejar e viabilizar soluções e melhorias integradas na cadeia. O salário médio é de R$ 7.000,00 e a graduação pode ser em Administração, Engenharia ou áreas correlatas.

Para finalizar, a sétima posição mais buscada é a de arquiteto de sistemas, para a qual se deseja um profissional com sólida experiência na área, graduado em faculdades de primeira linha no segmento de Tecnologia da Informação e Sistemas. A remuneração média é de R$ 7.500,00.
Cynthia Grillo

Siga o Ser Universitário!
Facebook
Twitter
Linkedin


FONTE:O Amarelinho
Curta o Emprego-youcan no Facebook Facebook Emprego You Can