Internet fixa brasileira melhorou 8% no último ano, diz estudo


Internet fixa brasileira melhorou 8% no último ano, diz estudo

Internet fixa brasileira melhorou 8% no último ano, diz estudo

A Speedtest Brasil, responsável pelo teste de velocidade de internet da Ookla, revelou hoje seu relatório sobre a internet brasileira. O relatório, elaborado com base em 14.648.230 medições de velocidade pelo Brasil, mostrou que a velocidade da internet fixa brasileira aumentou 8% entre junho de 2015 e junho de 2016.

Com o aumento, a velocidade média da internet fixa no país foi de 16,53Mbps. Com relação à internet móvel, a melhora foi de 37%, e a média das conexões móveis brasieliras chegou a 11,31Mbps. Os resultados colocam o Brasil na 71ª no ranking global de internet móvel, e no 80ª posição no de internet fixa.

Segundo o relatório, a situação de oligopólio do mercado brasileiro de telecomunicações é um obstáculo para o desenvolvimento da internet no país. Três grupos (Vivo, TIM e Oi) controlam 85% do mercado brasileiro de internet fixa, e quatro grupos (TIM, Vivo, Oi e Claro) controlam 98% das conexões móveis do país.

Operadoras regionais também atuam em algumas áreas, mas não foram consideradas suficientemente expressivas para serem incluídas no relatório. Dentre os três grupos que operam no ramo de internet fixa, a Vivo foi a que ofereceu as velocidades, mais altas, seguida por TIM e Oi (nessa ordem). O teste, contudo, não usou as velocidades médias das empresas, mas sim as velocidades mais altas alcançáveis.

No segmento de internet móvel, por sua vez, a Claro foi a empresa que teve melhores resultados com conexõs 4G. Atrás dela ficaram (nessa ordem) Vivo, Oi, Tim e Nextel. Apesar de aparecer em quarto lugar, a TIM é a operadora com maior cobertura segundo o relatório. Sua rede 4G atende 443 cidades e 52% da população do país; Claro, Oi e Vivo cobrem menos de 200 cidades cada uma, representando entre 45% e 48% da população.

Por cidade

Treze cidades, doze das quais eram capitais estaduais, foram avaliadas individualmente pelo Speedtest. São Paulo foi a cidade que teve a internet fixa mais rápida, com média de 28,84Mbps. Atrás dela ficaram Curitiba, Brasília e Campinas,  com médias de 24,22Mbps, 20,60Mbps e 19,82Mbps respectivamente.

A única cidade avaliada na qual a internet fixa mais rápida não foi de um dos três grupos que controlam 85% da rede fixa brasileira foi Manaus. Lá, a provedora que ofereceu os melhores resultados foi a AXXESS, uma empresa focada em internet para empresas mas que nos últimos anos tem se expandido para residências também

FONTE:Olhar Digital
Curta o Emprego-youcan no Facebook Facebook Emprego You Can